Curta nossa FanPage no Facebook e receba atualizações. Ir!

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

João Cabete


Quem foi João Cabete?


Muitas de suas músicas são cantadas nas Casas Espíritas de Taubaté, mas quase ninguém sabe quem foi e o que fez pelo Movimento Espírita, mormente no Vale do Paraíba. 

João Cabete nasceu em São Paulo, em 3 de abril de 1919, e desencarnou em Cruzeiro em agosto de 1988, aos 69 anos de idade. 

Foi industrial até 1950, quando ingressou como serventuário da Justiça, sendo tabelião nas comarcas de Pitangueiras, Olímpia e Cruzeiro. 

Musicista e compositor, conquistou o 1o lugar num concurso de hinos em Belo Horizonte, em 1958. Teve participação ativa na Organização Social Cristã André Luiz - OSCAL, com sede na capital mineira e que desencadeou o Movimento da Fraternidade em todo o Brasil, através dos chamados Grupos da Fraternidade, fundados em vários Estados e cidades do Brasil, inclusive em Guaratinguetá e Cruzeiro, nesta com o nome de Carmen Cinira, com sede construída numa chá cara de sua propriedade, por ele doada à entidade, onde também funcionou por mais de 20 anos o "Lar Carmen Cinira", destinado a abrigar meninas órfãs e desamparadas. 

Juntamente com Rafael Américo Ranieri e outros companheiros espíritas, realizou por muito tempo trabalhos de materializações de espíritos na cidade de Cruzeiro, dos quais participou algumas vezes, na década de 1960, o confrade Manoel da Cunha, ora residente em Taubaté. João Cabete produziu muitas músicas e poesias e, sendo exímio violonista, fazia palestras musicadas nas Casas Espíritas, cantando e tocando seu violão. 

Em 1979 foi trazido a Taubaté por  Manoel da Cunha, então residen-te em Cruzeiro, aqui fazendo palestra  na antiga sede do Centro Espírita Paz, Amor e Caridade, na Av. José Vicente de Barros, 1.597.

Foi cognominado por Chico Xavier de "O Seresteiro do Evangelho", título adotado por um grupo de cantores espíritas, hoje existente em Taubaté e chefiado pelo confrade Joaquim Anto-nio Cardoso. 

Publicou três livros, sendo um deles, em 1982, "Retalhos de Saudade", em comemoração ao 25o aniversário do Grupo da Fraternidade Carmen Cinira, e ocupou a cadeira 29 da Academia de Letras de São João da Boa Vista, que tinha como patrona a mesma poetisa Carmen Cinira. 

João Cabete consta da "Antologia de Poetas Cruzeirenses", editada em 1961, com o seguinte soneto: 

TRILOGIA DO SENTIMENTO 
ODEIA e viverás na tortura
De um inferno de trevas e dor! 
Sorverás até o fim a amargura
De um veneno que instila rancor... 

AMA e conquistarás a ventura
De viver num jardim todo em flor! 
Sentirás a sublime ternura
Dos gorgeios divinos do amor... 

PERDOA e tua alma se ilumina
Em jornada de fé cristalina 
Ascendendo às esferas de Luz! 

Sentirás emoção incontida
Na romagem serena da vida, 
Pois aos céus o perdão nos conduz...

Fonte: Diário de Taubaté - Coluna Espírita - Agê

Nenhum comentário:

Postar um comentário